Partido Social Liberal



Faça aqui sua doação
Em que acreditamos
Filie-se
Consulte seu status de filiação on-line
Diretórios
Estatuto e Normas
COMUNICADOS OFICIAIS Webmail


Brasil acima de tudo,

Deus acima de todos !

Comunicado do Presidente do PSL São Paulo sobre suspensão do diretório paulista

Major Olímpio fala sobre o pedido de liminar apresentado ao TSE para reativar o órgão estadual

O presidente do PSL- SP, Major Olímpio, informou, nesta terça-feira (26), que o partido ingressará com pedido de liminar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), visando à reativação do diretório estadual. A suspensão temporária das atividades da executiva paulista foi determinada pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo devido a incongruências na prestação de contas do partido em 2016. "Nós assumimos o partido agora, em abril de 2018. As nossas providências já estão sendo tomadas", disse Major Olímpio

Segundo o presidente, o pedido de liminar está sendo elaborado pelos advogados da executiva nacional do partido em conjunto com os advogados da executiva estadual. "São documentos simples, que poderiam ter evitado todo esse problema para o partido. Mas, tenham a confiança, todos os filiados, todos aqueles que participam dos diretórios municipais e, principalmente, todos os meus pré-candidatos a deputados federais e estaduais. Nós temos 105 candidaturas a deputado federal e 141 candidaturas a deputados estaduais. Nós temos absoluta certeza de que a justiça se fará, com a concessão da liminar, para que daí, no curso do processo, possamos corrigir todas essas irregularidades. Muito obrigado pela confiança e tenham muita fé. Continuem a fazer essa mobilização maravilhosa pra modificarmos o destino do nosso país. E o destino do nosso país, o carro chefe disso será o PSL SP com toda a sua militância e com todos os seus pré-candidatos", concluiu.

“Bolsonaro não terá dificuldade para demonstrar que não é racista”, diz advogado

Dr. Gustavo Bebianno, presidente nacional do PSL em exercício, assessor e advogado de Jair Bolsonaro, escreveu a seguinte nota oficial à imprensa:

“A respeito da recente denúncia oferecida contra o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ), sua assessoria esclarece que, mais uma vez, a PGR se presta a papel de viés político, não condizente com a sua função constitucional.

Em vez de agir na defesa dos interesses da Nação, perde tempo e recursos do contribuinte para apurar supostos crimes, que, de antemão, sabe não terem ocorrido.

É lamentável assistir a ataques infundados, cujo objetivo precípuo é o de gerar notícias sensacionalistas, a fim de denegrir a imagem daquele que é, de fato, o maior fenômeno político do Brasil nos últimos anos, pela sua seriedade, honestidade e patriotismo.

Uma instituição como a PGR não devia estar à mercê de grupos mal-intencionados, que se utilizam do discurso ‘politicamente correto’ para mascarar sectarismo e vitimismo.

O deputado Jair Bolsonaro não terá qualquer dificuldade para demonstrar, na esfera judicial, que não é racista.

Como parlamentar, ele tem o direito, e o dever, de debater temas polêmicos que afligem o povo brasileiro e seu eleitorado.

Foi exatamente o que fez no Clube Hebraica, ao defender que todos devem trabalhar para seu próprio sustento, inclusive quilombolas e indígenas, ao invés de serem sustentados pelo Estado.”

Brasil acima de tudo,

Deus acima de todos !