Bela Vista do Toldo (SC), com suas cachoeiras e culinária atraente, completa 27 anos

Crédito: Prefeitura de Bela Vista do Toldo

Bela Vista do Toldo (SC), cidade administrada pelo prefeito do PSL Adelmo Alberti, completa 27 anos, nesta sexta-feira (16). Emancipada do município de Canoinhas, a cidade tem 6,3 mil habitantes e uma economia fortemente baseada no tabaco, na soja e no milho, sobretudo por pequenos produtores de agricultura familiar.

A relação de Adelmo com a cidade é longa. Esta é a quarta vez que ele administra Bela Vista do Toldo, em dois períodos de reeleições. O primeiro momento foi de 2004 a 2012 e, posteriormente, de 2016, sendo reeleito agora em novembro passado, com 2.32 mil votos. Ele tem, como um dos principais objetivos neste novo mandato, “encasquilhar as ruas da área rural do município”.

Encasquilhar, segundo ele, é diferente de asfaltar. De acordo com o dicionário, encasquilhar é “cobrir ou revestir com casquilhas de metal”. De acordo com o prefeito, asfaltar significa colocar diversas camadas de proteção nas estradas, encasquilhar é um processo mais simples. “Temos uma área rural de 540 quilômetros quadrados e quase 2 mil quilômetros de estrada de chão. Mas precisamos de emendas parlamentares para essas obras”, explicou ele.

O nome Bela Vista do Toldo tem origem na localização histórica e geográfica da cidade. “Nossa cidade era ponto de passagem para os tropeiros que levavam os animais do Rio Grande do Sul para São Paulo. Em nossa cidade, os moradores colocavam toldos para os tropeiros descansarem”, explica Adelmo.

Tanta hospitalidade histórica reflete-se ainda na culinária atual da cidade, propícia para deliciar os turistas que vão até Bela Vista do Toldo aproveitar o turismo rural, a barragem local e as diversas cachoeiras que embelezam a região. “Temos uma ampla produção de vinhos e uvas para consumo, doces de leite e o tradicional Pierogi, um pastel de origem polonesa feito normalmente com requeijão ou na manteiga”, destaca o prefeito.

Compartilhe