Ainda dependente do carvão mineral, Figueira completa 39 anos

Crédito: Prefeitura de Figueira

Figueira (PR), a cidade que deve seu nome à uma árvore plantada na praça central da cidade, completa 39 anos nesta quarta-feira, dia 20 de abril. Emancipada de Curiúva, o município é administrado pelo prefeito do PSL José Carlos Contiero.  Figueira  tem como principal vetor da atividade econômica a extração do carvão mineral, abundante na região.

A exploração é feita pela empresa Cambuí, a maior geradora de empregos da cidade e que iniciou seus trabalhos bem antes da emancipação. A mineradora instalou-se na região em 1942. Em 1963, foi instalada a Usina Termelétrica de Figueira, hoje administrada pela Copel – Companhia Paranaense de Energia.

Figueira tem 8,5 mil habitantes e Contiero foi reeleito com 2,6 mil votos. A  pela primeira vez entre 2000 e 2004. Em 2017, assumiu um novo mandato, pelo DEM e, em 2019, filiou-se ao PSL para concorrer a um segundo mandato consecutivo. “Nossa cidade é bem carente. Para não ficarmos apenas dependentes da mineradora, precisamos qualificar nossa mão-de-obra”, explicou o prefeito.

Compartilhe