Cercada de verde e aço, Ipatinga (MG) completa 57 anos de idade

Crédito: Prefeitura de Ipatinga

A cidade mineira de Ipatinga, governada pelo prefeito Gustavo Nunes, do PSL, completa 57 anos,  nesta quinta-feira, 29 de abril. Emancipada do Coronel Fabriciano, Ipatinga é o principal município administrado pelo PSL. E carrega ainda outro simbolismo: Gustavo é o prefeito mais novo empossado pelo partido, com apenas 26 anos e a responsabilidade de administrar uma cidade com mais de 260 mil habitantes.

Eleito com 45.980 votos, o que representa 40,90% dos votos válidos, Gustavo tem a missão de governar uma cidade com um PIB de R$ 8,48 milhões e um PIB percapta acima de R$ 32 mil por habitante. Nascido e criado em Ipatinga, ele foi vereador por dois mandatos e, além de ser formado em Direito, ajuda a administrar o comércio da família, instalado no município há mais de três de décadas.

Ipatinga tem como principal atividade econômica a extração e produção do aço, feita pela Usiminas. Mesmo com o forte da cadeia produtiva situado na área industrial, impulsionada pela siderúrgica que se instalou na região em 25 de abril de 1956, a cidade também se destaca nos setores comerciais e de serviços.

Quem ouve então falar de uma cidade que tem a sua base econômica amparada na produção de aço, imagina um local frio e insensível. Pelo contrário. Ipatinga encontra-se próxima a uma das últimas reservas de Mata Atlântica preservadas no país. E esse verde que envolve a cidade faz com que muitos turistas que vão à região a trabalho retornem depois para aproveitar parques, cachoeiras, lagoas e uma série de pontos turísticos dessa rica região da Bacia do Rio Doce.

O Parque Ipanema é uma das maiores áreas verdes do país situadas dentro de um perímetro urbano e foi um dos últimos projetos do consagrado paisagista Roberto Burle Marx. Em seus mais de 1 milhão de m² estão plantadas cerca de 12 mil árvores. O seu complexo abrange também o Parque da Ciência, onde são apresentados fenômenos físicos, biológicos, químicos e astronômicos que podem ser observados ou interagidos pelo visitante.

A Estrada de Ferro também funciona como uma atração à parte na região. Pela Estrada de Ferro Vitória-Minas circulam vagões com minério, bobinas de aço e diversos outros bens industriais. A ferrovia atrai ainda muitos turistas interessados em viagens tanto para a capital do Estado como para o litoral do Espírito Santo. Bastante procurado em todas as épocas do ano, o trem de passageiros da Vale do Rio Doce é uma atração à parte, com dois horários diários de embarque e desembarque.

Entre as manifestações culturais, destacam-se o Congado do Ipaneminha, a Festa da Banana em Pedra Branca, o Festival Ipatinga Live Jazz, a Expo Usipa (a maior feira comercial e industrial do interior mineiro) e o Ipatinga Gourmet.

Compartilhe