Vinhos, maçãs e muito frio: São Joaquim completa 134 anos

Crédito: Prefeitura de São Joaquim

São Joaquim (SC), a cidade que mais neva no Brasil, completa 134 anos nesta sexta-feira, 7 de maio. Administrado pelo prefeito reeleito Giovani Nunes, do PSL, o município catarinense é famoso pela produção de maçãs – é o maior produtor do país, graças aos imigrantes japoneses que chegaram à região – e quer se aprofundar na viniticultura, com vinhos especiais para serem degustados nas noites de frio.

E frio em São Joaquim é algo que não falta. São três a quatro nevascas por ano. Como também não faltam turistas atraídos pelas belezas da região. Em pleno outono, as temperaturas beiram os 10 graus. “No auge do inverno, chegamos a -8 graus com facilidade”, assegurou Giovani.

O prefeito nasceu e foi criado em São Joaquim. Deixou rapidamente a cidade para formar-se em odontologia, mas retornou para a cidade natal. Antes de ser candidato em 2016 jamais havia disputado uma eleição. O que não significa falta de familiaridade com a política. “Aprendi muito com minha mãe, que foi vereadora de São Joaquim por dois mandatos”, completou.

A vitória na primeira eleição foi apertada, por apenas 373 votos. “Os moradores de São Joaquim abraçaram o discurso de um governo sério e técnico. E nos deram a oportunidade de termos mais 4 anos. Tanto que, na última eleição, vencemos com 71,22% dos votos válidos”, celebrou Giovani. Em números absolutos, esse percentual significa 9.607 votos.

Além de reforçar os investimentos em infraestrutura, o prefeito quer aproveitar o próximo quadriênio para incentivar o esporte e a cultura na cidade. “Queremos inaugurar espaços para música, arte e teatro na cidade”, completou ele, lembrando que a atividade cultural combina com o clima frio e os vinhos produzidos na região.

Compartilhe